Reagrupamento familiar. Posso ter um filho adulto vindo para a Itália?

Eu trabalho na Itália como cuidadora, minha filha mora no Brasil. Ela tem 21 anos, não tem emprego e vive graças ao dinheiro que lhe envio. Posso trazê-la para a Itália?
madrefiglia24

Muitos trabalhadores estrangeiros na Itália deixaram seus filhos em casa e continuam a apoiá-los com suas economias, mesmo quando crescem. Em princípio, no entanto, o direito de trazer um filho adulto para a Itália, graças ao reagrupamento familiar, não existe.

Roma – 24 febbraio 2016

O texto consolidado sobre imigração (Decreto Legislativo 286/1998) permite solicitar a reunificação com crianças maiores de idade apenas em casos raros. De fato, deve ser “filhos dependentes acima de 18 anos de idade, se, por razões objetivas, não puderem suprir suas necessidades indispensáveis à vida devido ao seu estado de saúde que leva à invalidez total” (artigo 29, parágrafo 1, alínea c)

Não basta, portanto, que a criança dependa do requerente e esteja desempregada, nem que esteja em condições graves de saúde: ela também deve estar totalmente incapacitada. Esse status pode ter sido demonstrado por certificados emitidos, às custas do requerente, pelo médico indicado pela representação consular-diplomática italiana no país de origem.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest