Lamorgese: “Essa regularização é um primeiro passo”

A ministra do Interior Luciana Lamorgese, convidada ontem à noite no Che tempo che fa no Rai2, voltou a falar sobre a questão da regularização de imigrantes, contida no decreto de relançamento.

A ministra do Interior Luciana Lamorgese, convidada ontem à noite no Che tempo che fa no Rai2, voltou a falar sobre a questão da regularização de imigrantes, contida no decreto de relançamento.

“Os números são presuntivos, estamos falando de 200.000 pessoas, temos os dados de licenças expiradas, essa emergência diz respeito àqueles que foram submetidos a uma pesquisa foto dactiloscópica desde 8 de março de 2020.”

“Essa é a primeira parte, há possibilidade de os empregadores oferecerem contrato de trabalho ou para realizar trabalho ilegal.”

“A segunda alavanca é a das licenças expiradas em 31 de outubro e diz respeito à possibilidade de um cidadão solicitar uma permissão temporária de 6 meses enquanto aguarda um contrato em áreas específicas, como trabalhadores domésticos, prestadores de cuidados e trabalho de campo” – explicou Lamorgese .

“Estou acostumado a ver o copo meio cheio e não meio vazio, este é o primeiro passo, pois há 9 anos nenhuma medida foi tomada, tanto relacionada ao problema de saúde quanto do ponto de vista da segurança” – concluiu o ministro .

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email